Ingresso e Formação

FORMAÇÃO PARA O DIACONADO

Ingresso: A decisão de iniciar na formação diaconal pode ter origem na iniciativa da própria pessoa ou numa proposta explícita da comunidade ec1esial à qual pertence. De qualquer maneira, tal decisão deve ser acolhida e partilhada pela e na comunidade.

Em nome da comunidade, é o pároco quem deve apresentar o aspirante ao diaconato permanente. Esta apresentação deve conter a indicação das motivações que a sustêm, dos pré-requisitos e do perfil do aspirante, bem como da sua atuação pastoral.

Pré-requisitos e perfil do aspirante ao diaconato permanente: para a apresentação dos aspirantes ao diaconato permanente, levam-se em considerações os seguintes critérios: qualificação humana, qualificação espiritual, qualificação familiar, qualificação comunitária, qualificação na relação com os presbíteros e os leigos, qualificação religiosa.

Itinerário Formativo

  • Despertar Vocacional: Antes de ingressar na formação o interessado é convidado a participar dos encontros de Despertar Vocacional para que possa conhecer melhor a vocação para o diaconado permanente. São oferecidos quatro encontros, sendo exigida a participação em no mínimo três deles.

Para participar dos encontros é necessário: sentir o chamado à vocação, ser casado há mais de cinco anos, ser membro ativo da pastoral, ter idade mínima de 30 anos e máxima de 55 anos, ter cursado o 2º grau completo.

  • Aspirantado: O Aspirantado tem a duração de um ano, realiza-se em encontros mensais, totalizando no mínimo dez encontros. É um tempo de acompanhamento vocacional, que antecede a entrada para o período propedêutico, com o objetivo de levar os aspirantes a um conhecimento de suas reais motivações vocacionais, possibilitando discernir sua aptidão para o ingresso no itinerário formativo da Escola Diaconal.

Esta etapa requer a presença e a participação efetiva e ativa das esposas.

  • Período Propedêutico: O período propedêutico acontece em encontros periódicos, tem a duração de um ano, em vinte encontros no mínimo, sob a responsabilidade e orientação de um diácono formador. É a fase preparatória do processo de formação ao ministério diaconal, quando os vocacionados são convidados a realizar um discernimento livre e consciente, sem se deixar condicionar por interesses pessoais ou pressões externas de qualquer tipo.

Objetivo: Introduzir os aspirantes num conhecimento mais aprofundado da teologia, da espiritualidade e do ministério diaconal, para que possam discernir mais atentamente o seu chamado.

Este período também requer a presença e a participação efetiva e ativa das esposas dos vocacionados, comprometendo-as tanto quanto possível.

  • Formação Teológica: O tempo mínimo do processo de formação teológica é de quatro anos. Serão admitidos ao tempo de formação teológica, como vocacionado ao diaconato permanente, os vocacionados que no fim do período propedêutico estiverem aptos.

O processo de formação teológica, constitui o período propriamente formativo em que o vocacionado é chamado a formar um itinerário teológico-espiritual-pastoral a partir de uma visão orgânica das verdades reveladas por Deus em Jesus Cristo e da experiência de fé da Igreja que seja completa e unitária, solidificando sua fé e seus valores pessoais para bem vivenciar o ministério diaconal para o qual se prepara.

Em vista do amadurecimento harmônico do futuro diácono e do bom exercício de seu ministério, proporcionam-se neste período de formação as dimensões: humano-afetivo-sexual, espiritual, comunitário eclesial, intelectual, pastoral missionária.

Neste período, convida-se em momentos oportunos a presença e a participação efetiva e ativa das esposas comprometendo-as tanto quanto possível.

  • O Bispo Diocesano é o primeiro responsável pela formação, dos futuros diáconos permanentes, acompanhando e orientando todo o processo formativo.
  • Encarregados da formação:

O Supervisor (designado pelo bispo) acompanha pessoalmente, em nome do Bispo Diocesano o andamento da formação.

  • A Equipe de Formação:

O Diácono Coordenador da Formação, Diáconos Coordenadores Adjuntos, Diáconos Formadores dos três grupos (aspirantado, propedêutico, teologia), o (a) Diretor(a) Espiritual, a Equipe Administrativa, o Ecônomo, o secretário, a Assessoria Psicológica e o Pároco.

Supervisores:           Pe. Rogério Santos Bebber

                                    Pe. Joselito Ramalho Nogueira

                                    Pe. Andherson Franklin Lustoza de Souza

Coordenação Geral: Diác. Alessandro de Andrade

Coordenadores Adjuntos: Carlos Gilberto Caldonho Nascimento

                                               Valnei Rodrigues Favoreto

Coordenadores das Etapas de Formação:

Teologia – Diác. José Carlos Silva

Propedêutico – Diác. Eromar Valentim Campanha

Aspirantado – Diác. Reginaldo Gaspari

Coordenador Administrativo e Secretário: Diác. José Carlos Silva

Coordenadora do Curso de Teologia: Maria Luíza Charra Alves – Paróquia São Sebastião.

Assessoria Pedagógica Curso Teologia: Regina Célia Peccini Fonseca Silva – Paróquia dos Sagrados Corações de Jesus e Maria.

Formadores Grupo Teologia

NOME PARÓQUIA
Diác. José Carlos Silva Sagrados Corações – Cachoeiro
Diác. José Augusto Louzada N. S. da Consolação
Diác. José Roberto Martins Lima N. S. das Neves
Diác. Alessandro Andrade N. S. da Penha – Cachoeiro
Diác. Marco Antonio Costa São Miguel
Diác. Ronivon Garcia de Carvalho N. S. do Rosário – Ibatiba
Diác. Paulo Augusto Salvador Divino Esp. Santo – M. Freire
Diác. Carlos Gilberto C. Nascimento São Pedro – Venda Nova

Formadores Grupo Propedêutico

NOME PARÓQUIA
Diác. Agliberto Baliano Careta N. S. da Penha – Castelo
Diác. Miguel Brunhara Jacomelli São Pedro – Catedral
Diác. Eromar Valentim Campanha Santo André – Aracuí
Diac. Zenilton Falcon  e Esposa N. S. da Penha – Cachoeiro
Diác. Marcos Antonio Coutinho e Esposa Santo Antonio – Mimoso

Formadores Grupo Aspirantado

NOME PARÓQUIA
Diác. Sergio Ricardo Secchim Ribeiro N. S. da Consolação
Diác. Reginaldo Gaspari São Pedro – Catedral
Diác. Marcos Evangelista Mongin Santo Antônio – Iconha
   

Despertar Vocacional

NOME PARÓQUIA
Diác. Carlos Gilberto Caldonho São Pedro – Venda Nova
Valnei Rodrigues Favoreto Santís. Trindade – Marataízes
Diác. Reginaldo Gaspari São Pedro – Catedral
  • Organograma
  • Organograma

X